Pregação preparada pelo Pr. Abram de Graaf

Leitura: Mateus 07:21-27

Texto: Tiago 01:22-25

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

O texto, Tiago 1, 22-25, fala sobre o papel da Palavra de Deus na nossa vida. Como a Palavra de Deus funciona na sua vida? A Palavra de Deus é poderosa? Ela muda a sua vida? Ela tem autoridade? Quando a Palavra de Deus diz: Faça isso, vocês fazem? E se ela diz: Não faça isso, você deixa de fazer?

Este texto tem também uma grande importância para a pregação da Palavra de Deus no dia de domingo. Vocês estão aqui reunidos para ouvir a pregação da Palavra. Isso é bom. Mas a sua presença aqui na igreja não é o mais importante. O mais importante é: COMO você sai da igreja? Você sai como você entrou? Quando você sair, ainda se lembrará do sermão? Ou você esquecerá logo?

Normalmente, você consegue lembrar qual era a mensagem, ou não? E por que não? Você realmente tenta entender a Palavra de Deus? Você realmente presta atenção? Ou você está pensando em outras coisas?

Sabe que é possível que o corpo de uma pessoa esteja aqui na igreja, mas a mente esteja fora? O seus pensamentos podem estar na praça, na rua ou na cama; Isso acontece quando alguém está aqui apulso, enquanto queria estar na cama; então, o coração dele está longe daqui e por causa disso não presta atenção e não entende nada da pregação; não presta atenção ao culto, pois não se interessa.

A palavra de Deus, hoje à noite, fala sobre isso. Tiago divide a audiência em dois grupos: por um lado OS OUVINTES e por outro lado OS PRATICANTES. E você deve decidir em qual grupo está; Você é só um OUVINTE OU também UM PRATICANTE?

A resposta é importante, irmãos, porque a resposta decide sobre a sua salvação! Tiago liga a sua posição à salvação. Falando sobre a Palavra de Deus, ele diz: A PALAVRA DE DEUS É PODEROSA PARA SALVAR A VOSSA ALMA. Para ter certeza sobre a nossa salvação em Cristo, devemos observar a nossa vida com Cristo; Vivemos em comunhão com Cristo? Somos alunos de Cristo OU vamos para a igreja só por costume ou por obrigação? A nossa atitude em respeito à palavra de Deus é que decide.

Então, não se esqueça: A PALAVRA DE DEUS É PODEROSA PARA SALVAR A VOSSA ALMA.

Esta salvação não é simplesmente para os ouvintes; mas sim para os praticantes. Lendo esta carta de Tiago, ele deixa bem claro que devemos ser mais do que ouvintes.

Tiago diz: “Sejais, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes”. Com certeza Tiago pensou nos ouvintes que participavam nos cultos na sinagoga ou na igreja; As pessoas se reuniam, como nós agora, para ouvir a leitura da Palavra de Deus; Tanto na sinagoga como na igreja havia uma pessoa que dirigia o culto e que pegava a Palavra de Deus para ler e pregar. E as pessoas que estavam sentadas na igreja ouviam as palavras que eram lidas.

Então, a primeira pergunta é: Como você chegou aqui na igreja? Você chegou aqui com esta vontade de ouvir a palavra de Deus? Você já se preparou para isso? Você está aqui com boa vontade ou cansado? Existem irmãos que não se preparam bem para o culto no dia de domingo. Eles fazem muitas coisas no dia de sábado, se cansam e vão dormir bem tarde; acordam com dificuldade e vão cansados à igreja; sentados no banco da igreja eles lutam contra o sono e não conseguem se concentrar na leitura; durante o sermão eles quase estão dormindo, e quando o pastor diz AMÉM, eles se levantam aliviados, pois a hora de voltar para casa já está próxima. Se alguém lhes pergunta se entendeu o sermão, ele responde: sim, um pouquinho, mas eles não se lembram de nada do sermão. E por que não? Porque o coração deles já não estava aqui. O coração estava ligado com outras coisas, e não com a leitura da Palavra de Deus; eles foram para igreja por costume e não por AMOR.

Existem também pessoas que se preparam bem. Já no dia de sábado elas pensam no culto do domingo; elas vão para cama cedo, pois querem descansar antes de vir para a igreja. E quando estão na igreja, elas prestam atenção, MAS lendo o texto da bíblia, elas perdem a sua concentração, pois o texto é estranho e não tem nada a ver com a sua vida pessoal; e ouvindo o sermão, elas não entendem nada da mensagem, pois não tem nada a ver com a sua vida. O coração dessas pessoas está ligado, sim, com a Palavra de Deus, mas a mente delas não entende nada do sermão.

Existem também pessoas que se preparam bem para o culto, como o grupo anterior, e quando entram na igreja e veem o texto da bíblia, elas fecham o seu coração, pois o texto está bem ligado com a sua vida. A palavra de Deus fala sobre pecados que se encontram também na sua vida. E ouvindo isso, o coração daquela pessoa se endurece. Ela fica nervosa e irritada, pois pensa que o pastor pegou aquele texto de propósito; ela fica rebelde, pois não quer mudar a sua vida; ela ouve o sermão, mas cada palavra entra por um lado do ouvido e sai pelo outro; Ela não guarda nenhuma palavra do sermão, pois não quer mudar a sua vida.

Assim encontramos vários tipos de pessoas dentro da igreja no dia do domingo. E agora temos aqui esta Palavra de Deus, que lhe pergunta: você é somente UM OUVINTE ou TAMBÉM UM PRATICANTE? Se você é somente um ouvinte, e pensa que isso é o bastante, você está errado! Você se engana! Tiago diz isso e ele fala seriamente. Pois ele mostra que a nossa salvação está ligada com a nossa atitude. Quem pensa que não precisa fazer alguma coisa, está enganado! Visitar a igreja, os estudos bíblicos, e as palestras é bom, mas se não transforma a sua vida, não tem valor nenhum! Precisamos de uma vida que combina com a palavra de Deus. O sermão deve mudar a nossa vida; Quem vive assim, sendo só ouvinte, vive erradamente; quem pensa que pode ser salvo assim se engana, pois tem uma resistência dentro de si. Uma resistência contra o Espírito Santo. Os ouvidos estão abertos, mas o coração ainda está fechado. Ele ouve a palavra de Deus, mas não gosta dela.

Existem pessoas que na verdade estão fazendo cálculos para entrar no céu. Elas ainda estão no mundo, mas sabem: “quem está no mundo não será salvo. Devo estar na igreja”! Então, elas entram na igreja, mas o coração continua no mundo. Elas ficam com um pé no mundo e com o outro na igreja. Elas visitam os cultos e todo o resto que é necessário; elas ouvem as pregações, mas isso não muda a sua vida. Elas fazem o mínimo do que é necessário para aparecer como crentes. Elas enganam o pastor e a si mesmas, mas elas não podem enganar a Deus, que é o juiz do nosso coração.

Tiago usa uma metáfora para abrir os olhos daqueles que estão espiritualmente cegos; Ele diz: “Assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural; Pois a si mesmo se contempla, e se retira, e para logo se esquece de como era a sua aparência.”. Para entender esta sabedoria devemos em primeiro lugar saber que um espelho, na época de Jesus, não era tão comum como hoje em dia. Naquela época não havia espelhos de vidro, mas os espelhos eram feitos de um metal polido, seja ouro, prata ou ferro. Um espelho era luxo. Só os ricos tinham um espelho em casa. A qualidade destes espelhos de metal era menor do que a de um espelho de vidro. Quem queria se observar num espelho devia se contemplar, olhar atentamente. Isso não por um momento, mas provavelmente por um bom tempo.

Então não era uma coisa rápida, como as mulheres às vezes fazem, quando passam por um espelho. Já notou isso? Elas sempre param para olhar um segundo para controlar se tudo está em ordem; mas este homem não se olha por um momento, ele se contempla; Ele observa o seu rosto, todo defeito e toda espinha que encontra lá. Quem faz isso, faz porque quer melhorar a sua aparência. Isso é normal!

Já viu uma mulher se contemplando num espelho sem fazer nada? Sem mudar os seus cabelos, sem corrigir o seu vestido ou a sua blusa? Já viu? Eu nunca vi. Uma pessoa que se contempla num espelho, normalmente não se esquece do que viu. Ela faz alguma coisa para melhorar a sua aparência e depois continua. E prestem atenção, pois Tiago diz, literalmente: ele quer ver o seu rosto de origem. Quer dizer: o seu rosto fino, que ele tinha como criança; um rosto sem rugas. Existem pessoas que gastam horas em frente do espelho para descobrir as rugas e para colocar um creme para tirá-las.

Qualquer mulher ou homem que se olha num espelho e se retira sem fazer nada, logo se esquecendo da sua aparência, não viu nada! Assim é com o homem que ouve a palavra de Deus e não faz nada. Ele ouviu, mas não entendeu nada. Pois quem presta atenção a Palavra de Deus, quem presta atenção à mensagem de Deus, descobrirá os seus defeitos; ele descobrirá que é um pecador. Ele sabe que existem muitas ‘rugas’ na sua vida. Ele deve se converter e mudar a sua aparência. Deus quer que nós ouçamos e nos convertamos.

Desse modo é que funciona a Palavra de Deus. Tiago fala sobre a palavra de Deus como uma lei. Isso quer dizer que a palavra de Deus vem para nós com autoridade. O Evangelho tem um lado imperativo. O que acontece com um soldado se ouvir uma ordem e não reage? Ele é punido! Ele não pode ouvir e negar. Ele deve ouvir e cumprir. Assim funciona a Palavra de Deus. Nós não podemos ouvir e depois negar o que ouvimos. Devemos cumprir a palavra de Deus. A palavra nos ensina que devemos nos converter e mudar a nossa vida. DEVEMOS SER PRATICANTES. Sejais, pois, praticantes da palavra, diz Tiago.

A Palavra de Deus ensina isso. Jesus falou da mesma maneira => Mateus 7, 24-27; “Todo aquele, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.

Também podemos pensar em Mateus 13. A Parábola da semente. A semente é a Palavra de Deus, esta semente cai na terra, mas se a terra não abraçar a semente, os passarinhos virão e pegarão a semente. A semente não tem chance de crescer e dar frutos; mas quando a semente cai na boa terra, e a terra guarda a semente, ela cresce e dá frutos! Produz trinta, sessenta ou cem. Nós devemos agir assim. Devemos ouvir a Palavra de Deus, aceitá-la e guardá-la no nosso coração; devemos meditar sobre o que ouvimos e aplicar nas nossas vidas; devemos praticar o que ouvimos.

Tiago diz: Mas aquele que considera atentamente, na lei perfeita, e nela persevera! Então não se deve somente ouvir, MAS: guardá-la e permanecer nela! Devemos continuar estudando a lei. Não por um momento só, mas continuamente. Só assim a semente vai crescer e produzir frutos; se colocarmos uma semente na terra e não cuidarmos bem dela, ela nunca vai dar frutos. A palavra de Deus é como boa terra e nós somos as plantas; recebemos a nossa alimentação da palavra de Deus, que nos ensina como devemos amar a Deus; somos livres para fazer isso. A lei de Deus é a lei da liberdade. A lei liberta o interior do crente. Ele segue a Cristo, que nos ensina que somos livres para amar. A lei ensina ao homem a liberdade de amar a Deus e ao seu próximo.

A lei não tem nada a ver com uma obrigação de agir. A lei tem tudo a ver com AMOR. Quem ama será um PRATICANTE frutífero; ele não será somente um praticante, mas um praticante com muita energia; ele terá muita boa vontade para fazer a vontade de Deus. Um homem que ama a Deus e a sua família faz boas obras, e será uma benção para outras pessoas. A árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo (Salmo 1). O homem do Salmo 1 não é como o homem que se olhou no espelho e se esqueceu de tudo. O homem do Salmo 1 ama a lei do Senhor. O seu prazer está na lei do Senhor. Ele medita nela dia e noite. Ele é ouvinte e praticante. Ele ama a lei e por causa disso ele é frutífero e faz muitas boas obras. Jesus é assim. Ele é um bom exemplo para todos nós! Devemos crer e observar, tudo quanto Jesus ordenar; O fiel obedece ao que Cristo mandar! Amém.

 

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

** Este sermão foi originalmente escrito para uso do pastor e não passou por correção ortográfica ou gramatical.

*** Encontre mais sermões do Pr. Abram de Graaf em: bramdegraaf.com

Compartilhe!

Pr. Abram de Graaf

O pastor Abram de Graaf é “Doctorandus” (Drs) em Teologia e um dos professores do Instituto João Calvino (Aldeia, Camaragibe-PE). Ele é pastor da Igreja Reformada de Hamilton, Canadá, enviado como missionário às Igrejas Reformadas do Brasil, desde o ano 2000. É Diretor do Projeto Dordt-Brasil. Ele mora em Maceió e também desenvolve projetos nessa cidade.

Deixe um Comentário