Sermão preparado pelo pastor Elissandro José Vieira Rabelo
Leitura: Provérbios 1.1-7; 2.1-10; Tiago 1.5-8; 3.13-18
Texto: Salmo 19.7b: A Palavra de Deus Dá Sabedoria aos Símplices

Amados irmãos no Senhor Jesus Cristo

Do que você realmente precisa nesta vida? Qual a sua maior necessidade para viver uma vida abençoada e feliz? Seria em primeiro lugar, um emprego? Ou talvez uma casa nova? Ou quem sabe um companheiro ou uma companheira? Ter filhos? É claro que todas estas coisas são necessárias e úteis para abençoar nossas vidas! Deus, em sua bondade, pode nos dá todas estas coisas! E de fato, Ele nos dá porque é o Nosso Pai Celeste que tem cuidado de nós! Mas há outra coisa fundamental que Ele também quer nos dá e que sem ela, tudo o que nós temos não tem valor e sentido nenhum! O que seria? Sabedoria, irmãos! Precisamos de sabedoria para lidar corretamente com as coisas que temos e para viver uma vida abençoada e agradável aos olhos do nosso Deus! Deus quer nos abençoar com a sua sabedoria e ele faz isso por meio da sua Palavra!

A mesma Palavra de Deus que restaura a nossa alma, trazendo conversão e refrigério, também dá sabedoria aos símplices! Davi acrescenta mais este benefício da Palavra de Deus na vida do crente (Sl.19.7b). Não basta que sejamos convertidos e consolados; precisamos também aprender a vontade do Senhor e praticá-la, crescer na graça e no conhecimento de Cristo para aprender como servi-lo fielmente! A Palavra de Deus também nos abençoa com este benefício! Davi nos ensina isto aqui no Salmo19.7b (ler)! Com base nesse texto, eu vos proclamo a Palavra de Deus no seguinte tema:

A Palavra de Deus Dá Sabedoria aos Símplices

  1. A Fonte da Sabedoria
  2. A Natureza da Sabedoria
  3. A Necessidade da Sabedoria

1. De onde vem a verdadeira sabedoria de que necessitamos para viver? Da mente dos grandes filósofos da humanidade? Dos livros de auto-ajuda dos psicólogos modernos? Dos astros e horóscopo dos videntes? Nada disso, irmãos! A verdadeira sabedoria vem somente de Deus que tem prazer em nos dá da sua sabedoria (Pv.2.6)! Por isso que Tiago nos encoraja a orar por sabedoria e buscá-la em Deus que a todos dá liberalmente (Tg.1.5). Mas observe que tanto Tiago quanto Salomão em Provérbios nos ensinam que a sabedoria de Deus não chega até nós automaticamente! Não é assim que simplesmente fazemos uma oração por sabedoria e depois ficamos esperando de braços cruzados que Deus nos encha da sua sabedoria. Mas a Bíblia nos chama não só a orar com fé, mas também a buscar intensamente pela sabedoria (Pv.2.1-5). Mas buscá-la onde? Qual a fonte segura de sabedoria que Deus nos deixou para bebermos dela e sermos plenos de conhecimento para discernir as coisas e agir corretamente? Na Palavra de Deus que está diante de nós e que foi escrita para obtermos o ensino do bom proceder e para dar aos simples prudência e aos jovens, conhecimento e bom siso (Pv.1.1-4). Precisamos ler e meditar na Palavra de Deus para achar a sabedoria.

Essa fonte de sabedoria que vem de Deus é confiável para nos ensinar o bom caminho, pois Davi se refere a ela no nosso texto como o “Testemunho do SENHOR”. O termo “testemunho” aqui aponta para a verdade que Deus testifica sobre si mesmo em sua Palavra. A Bíblia traz em seu conteúdo a auto revelação de Deus, o testemunho pessoal de quem Ele é, do que Ele tem feito por seu povo e do que Ele exige do seu povo. Ele é o SENHOR que salva o seu povo e lhe dá sua lei para instruí-lo no bom caminho. Quando Davi afirma que esse testemunho do SENHOR é fiel, ele quer dizer que a Palavra de Deus é confiável e digna de crédito por parte do crente, porque ela vem do SENHOR, o Deus da aliança que mantém a sua fidelidade para sempre (Sl.119.138, 142). Temos, portanto, na Bíblia uma fonte segura e confiável da verdadeira sabedoria.

Se nós desejamos saber quem é Deus, quem somos e como viver corretamente, voltemos os nossos olhos para o testemunho de Deus nas Escrituras. Toda vez que abrimos a Bíblia, somos expostos à verdade testificada pelo próprio Deus acerca de si mesmo, de sua salvação e de como devemos viver. E nesse testemunho seguro do Senhor encontramos a verdadeira sabedoria. Que benção é a Palavra de Deus para nós, meus irmãos! Pois em um mundo cheio de incertezas e mentiras, temos algo certo e seguro para nos ensinar o caminho da vida! Por isso, não se deixe iludir e se enganar com a sabedoria deste mundo, mas se volte para a verdade segura da Palavra de Deus! Não se deixe conduzir pelo conselho dos ímpios que leva à perdição, mas atente para os bons conselhos do Senhor em sua Palavra para ter uma vida abençoada!

A sabedoria do mundo é demoníaca e cheia de inveja, confusão e toda sorte de coisas ruins! Quem se deixa levar por ela, está arruinando a sua vida! O jovem, por exemplo, que segue os maus conselhos de seus amigos mundanos, querendo viver do seu próprio jeito sem ouvir a boa instrução dos seus pais, se entregando a toda sorte de imoralidade, está destruindo a sua vida! Por outro lado, o jovem que busca sabedoria na Palavra de Deus e se lembra do seu Criador na sua mocidade, terá uma vida abençoada por Deus! O casal que não segue o conselho ímpio do mundo de desprezar o casamento (divórcios ilegítimos), de não viver cumprindo o papel bíblico de marido e mulher, mas viver no egoísmo e na falsa liberdade, não vai muito longe. Mas o casal que busca sabedoria na Palavra de Deus vai encontrar sábios conselhos para viver uma vida feliz e reta diante dos olhos de Deus em seu casamento (Sl.128)!

Portanto, meus irmãos! Em um mundo cheio de coisas em que você não pode confiar e conselhos ímpios, aqui está a confiável Palavra que vem de Deus para dar sabedoria aos símplices! Você tem buscado essa sabedoria na fonte divina e correta que é a Bíblia? Você tem se voltado para o Senhor em oração e no estudo e meditação da Sua Palavra para aprender a sabedoria que vem do alto? Você tem se submetido aos bons e sábios conselhos que vem do Senhor mediante a pura pregação na igreja e a instrução fiel dos seus pais em casa? O que você tem buscado na igreja? A sabedoria que vem do alto, a glória de Deus, ou os seus próprios interesses? Busque a sabedoria que vem do Senhor na oração e no estudo da Sua Palavra e ela entrará no teu coração e será agradável à tua alma (Pv.2.10).

Davi experimentou esse benefício da sabedoria que vem do Senhor, porque ele a buscou na fonte certa: Em Deus e na sua Palavra Fiel. Ele foi um rei sábio (II Sm.14.20) porque meditava na Palavra de Deus e orava continuamente a Deus pedindo por entendimento e sabedoria (ver Sl.119.27, 34,125). Que benção é a sabedoria que vem da Palavra de Deus, pois ela te tornará mais sábio que teus inimigos e mais prudentes que os idosos (Sl.119.98-100). A Palavra de Deus é tudo o que você precisa não só para restaurar completamente a sua alma, mas também para te fazer uma pessoa sábia, ou seja, alguém hábil e capacitado para andar fielmente nos caminhos do Senhor.

2. Deus é a fonte de toda sabedoria e ele a faz chegar até nós pelo testemunho fiel da sua Palavra! Mas que sabedoria é esta? Que benefício é este que Deus nos dá mediante a sua Palavra? Para entender o que Davi está nos ensinando, temos de atentar para o significado da palavra “sabedoria” que ele usa aqui. Sabedoria na Bíblia é mais do que simplesmente ter muito conhecimento na cabeça; tem a ver com a habilidade que Deus nos dá de viver uma vida santa em todas as áreas. O sábio na Bíblia não é primeiramente uma pessoa que tem um intelecto invejável, mas é aquele teme a Deus e guarda os seus mandamentos; é aquele que aplica o conhecimento que tem da Palavra de Deus em sua maneira de viver. Ele coloca as verdades da Palavra de Deus em prática (ver Pv.1.3,7; Tg.3.13). Sabedoria, portanto, está associada à conduta do crente e envolve a aplicação do conhecimento da Palavra de Deus nas mais diversas áreas da vida.

Meus irmãos! A sabedoria que vem de Deus não é algo teórico, mas prático. É claro que temos de estudar e conhecer as doutrinas da Palavra de Deus! Ele ilumina a nossa mente e os nossos olhos para conhecer as suas verdades (Sl.19.8b; 119.18). Mas se tal conhecimento não vier acompanhado de obediência, é mero intelectualismo e nada vale para nós e muito menos agrada a Deus. Sendo assim, de que adianta conhecer profundamente a Bíblia e não ser sábio, não andar em obediência e no temor do Senhor?

Você quer saber se é sábio conforme a Palavra de Deus? Observe o seu proceder; avalie como está a sua vida! Veja se você é alguém que teme ao Senhor fugindo do pecado e perseguindo a santificação! Examine o seu coração e veja se você é apenas um mero ouvinte ou conhecedor da Palavra ou um operoso praticante! Veja se você ama os preceitos do Senhor e se você tem sinceramente sujeitado a sua vontade à vontade do Senhor, guardando os seus mandamentos.

A Palavra de Deus nos dá sabedoria, meus irmãos! Ela nos torna perfeitamente habilitados para toda boa obra (II Tm.3.16). Deus nos orienta em sua Palavra sobre a maneira de viver e agradar a Ele em tudo o que fazemos e em nosso relacionamento com Ele e nosso próximo. A instrução fiel do Senhor é também perfeita, completa e, portanto, contém instruções práticas para todas as áreas da nossa vida! Encontramos a sabedoria de Deus em toda a Escritura, mas se você ler apenas os livro de Provérbios e Tiago vai encontrar muita sabedoria prática para viver uma vida reta em todos os aspectos.

Tiago, por exemplo, nos ensina que a sabedoria que vem do alto se manifesta em nossos relacionamentos quando promovemos a paz, o amor, a misericórdia e a justiça para com o nosso próximo (Tg.3.17,18)! Como você tem tratado o seu próximo? Que atitudes você tem manifestado em relação a ele? Sentimentos de inveja, amargura e contenda? Ou gestos de mansidão e amor sincero? Que Deus nos ajude a viver segundo a sabedoria do Senhor em nossos lares, no ambiente de trabalho e na igreja.

Quando lemos o livro de Provérbios, somos enriquecidos com a sabedoria que vem do Senhor. Encontramos aqui sábias instruções para as mais diversas áreas da vida! Podemos citar alguns exemplos: Sabedoria para administrar fielmente nossos recursos como bons mordomos do Senhor (Pv.3.9 = fidelidade nas ofertas; Pv.6.1-5 e 22.26,27 = evitar dívidas; Pv.11.24,25 e 22.9 = generosidade); sabedoria para trabalhar com diligência e fidelidade (Pv.10.4; 28.20); sabedoria para planejar-se antes de casar (Pv.24.27); sabedoria para ser um bom filho e um bom pai (Pv.4.1,2; Pv.3.12; 22.6; 23.22); sabedoria para ser uma mulher piedosa (Pv.31.10-31); sabedoria para escolher boas amizades (Pv.1.8-19); sabedoria para falar de modo que abençoe o nosso próximo (Pv.15.1; 27.5,6; 12.25). Enfim, temos uma série de instruções práticas sobre o modo sábio de viver.

O problema, portanto, meus irmãos, não está na falta de instruções sábias da parte do Senhor, mas na nossa rebeldia e negligência em atentar para os seus preceitos. Certamente nós temos falhado em algumas destas áreas; temos agido de modo insensato em nossos relacionamentos, na maneira de falar, em nosso trabalho ou como mordomos do Senhor!

O que fazer, então? Devemos nos arrepender dos nossos pecados e pedir perdão ao Senhor conforme a sabedoria de Provérbios 28.13. O Senhor é rico em perdoar! Ele tem prazer em restaurar pecadores! E não somente isso! Ele também é generoso para dar liberalmente e encher de sua sabedoria a todos que lhe pedem com fé! Ele quer te conduzir no seu temor e te fazer um crente sábio, ou seja, capaz de viver para sua glória em todo o seu procedimento!

3. Todo ser humano necessita da sabedoria que vem de Deus, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus (Rm.3.23). A glória de Deus aponta para os seus atributos como a sua santidade, bondade e sabedoria. Quando Deus nos criou, ele nos fez à sua imagem e nos dotou de bondade, santidade e sabedoria. Acontece, porém que na queda nós perdemos a perfeição destas qualidades divinas. Tornamo-nos corruptos, egoístas e insensatos, inclinados a todo mal. Por isso todo ser humano está carente da glória de Deus, necessitando da sua graça para ser restaurado à imagem de Deus e receber dele uma vida transformada e cheia de sabedoria.

Uma das tristes consequências da queda é que nos tornamos, por natureza, símplices. É assim que Davi nos define aqui em nosso texto (Sl.19.7b). Ele não está aqui se referindo à uma classe especial de pessoas, mas apontando para uma fraqueza que é comum a todo ser humano que é ser símplice, uma fraqueza que não pode ser superada por nossa própria força, mas que precisa ser reparada pelo próprio Deus.

O que significa que somos “símplices”? Literalmente esta palavra aponta para pessoas que têm uma “mente aberta” no sentido de ingenuidade e tolice em deixar entrar de tudo na sua mente e coração sem fazer nenhum discernimento. O símplice, portanto, é alguém sem maturidade, sem capacidade de julgar as coisas para evitar o que é mau e reter o que é bom. Seu cérebro é como uma porta escancarada onde tudo entra e sai.

É por isso que em Provérbios o símplice é também chamado de tolo, estúpido e insensato. Isso não quer dizer que ela seja incapaz de pensar para fazer certas coisas. Ele pode ter muita inteligência e intelecto para criar certas coisas. Isso é dom de Deus. Mas o problema é que ele não tem discernimento das coisas espirituais, falta-lhe o temor de Deus e sabedoria que vem do alto. Satanás cegou-lhes o entendimento e por isso ele despreza a sabedoria que vem da Palavra de Deus para se apoiar em seu próprio entendimento, o que é uma grande tolice.

Algumas pessoas até se orgulham de ter uma mente aberta, de ser um livre pensador que não está submisso à absoluta verdade de Deus revelada em sua Palavra, mas que guia a sua vida segundo a sua própria verdade. Tal orgulho não leva a outra coisa senão à ruína, uma vez que a mente do homem pecador é corrupta e uma fonte de tudo o que é mau. Sem o conhecimento e a sabedoria que vem da Palavra de Deus, o homem se ilude e perece em sua vã e tola sabedoria. Ele precisa da graça de Deus para deixar de ser símplice e alcançar a benção da sabedoria que vai lhe ajudar a discernir a verdade do erro e a viver uma vida reta aos olhos de Deus.

É importante dizer que, embora o termo “símplices” tenha um sentido negativo de alguém que é ingênuo e imaturo, ele também tem o sentido positivo de alguém que é ensinável, alguém que está em condição de aprender também o que é bom e receber a sabedoria de Deus. Uma mente aberta também pode receber coisas boas. É como uma criança bem pequena que, embora não tenha capacidade de discernir as coisas, ela tem a capacidade de aprender boas coisas de seus pais.

Se nós somos símplices, por natureza, ou seja, temos uma mente aberta, então, Deus, em sua graça, quer enchê-la da sua sabedoria. Ele quer nos ensinar o bom proceder. Ele quer nos dar discernimento para julgar todas as coisas a fim de rejeitar o que é mau e reter o que é bom. Ele nos restaura pela sua Palavra, ou seja, nos converte completamente, inclusive transformando a nossa mente. Ele quer nos dá a sabedoria que vem da sua Palavra.

O que um bom pai cristão mais desejaria para os seus filhos? Que eles sejam, antes de bem sucedidos na vida, pessoas sábias e tementes a Deus! É isso que Deus, o Pai Celeste, quer fazer conosco! Por isso, que ele nos deu o seu bem mais precioso, o seu único Filho Jesus Cristo para salvar as nossas vidas do pecado e de suas consequências, inclusive da insensatez! Cristo se tornou, da parte de Deus para nós, não somente a nossa redenção, justiça e santificação, mas também a nossa sabedoria ( I Co.1.30)! Em Cristo, que é a própria Sabedoria Encarnada, encontramos não só a benção do perdão, mas também conselhos sábios sobre a maneira de viver e agradar a Deus (Pv.8.12-17; Mt.5-7). No pouco tempo em que viveu na terra, Jesus fez de seus frágeis e símplices discípulos homens sábios e fiéis no serviço da sua igreja! Ele pode e deseja fazer o mesmo conosco também!

Unidos a Cristo pela fé e desfrutando da presença do Seu Espírito habitando em nós juntamente com a sua Palavra, deixamos de ser símplices para sermos sábios. Passamos a ter a mente de Cristo e a pensar como ele pensa, de modo que nossa mente está aberta para receber seus bons conselhos e fechada para as mentiras de Satanás e do mundo. Se tem algo que todos nós realmente precisamos é da sabedoria que vem do Senhor! E ele tem prazer em nos dar da sua sabedoria! Busque-a em Cristo e na sua Palavra e você a encontrará, pois a Palavra de Deus dá sabedoria aos símplices! Amém!

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

** Este sermão foi originalmente escrito para uso do pastor e não passou por correção ortográfica ou gramatical.

Pr. Elissandro Rabêlo

Pastor na Igreja Reformada em Cabo Frio - RJ.