Sermão preparado pelo pastor Elissandro Rabêlo
Leitura: Salmo 19.1-14
Texto: Salmo 19.11-14

Amados irmãos no Senhor Jesus Cristo

Tudo que você tem aprendido sobre a Palavra de Deus aqui no Salmo 19 não pode ser esquecido. Você deve lembrar-se sempre do que é a Palavra de Deus para você e que benefícios ela traz para sua vida. É por sua Palavra que Deus restaura a tua alma, te dá sabedoria, alegra o teu coração, ilumina os teus olhos e te ensina claramente como temer e adorar a Deus. Além disso, ela deve ser pra você o seu maior prazer, a sua riqueza mais gloriosa. Nenhuma riqueza ou doçura do mundo é comparável a ela.

Davi foi ricamente abençoado pela Palavra de Deus. Ele recebeu todos estes benefícios que destacou aqui no Salmo 19. Além disso, ele expressa a sua atitude positiva para com a Palavra de Deus, ou seja, o seu compromisso de ser fiel a Deus e à sua Palavra. Ele dirige uma oração ao Senhor pedindo-lhe para protegê-lo do pecado, adverti-lo, purificá-lo, recompensá-lo por sua obediência. Ele também manifesta o seu desejo de meditar e falar a Palavra de Deus de modo agradável a Deus. Davi conhecia a Bíblia e o Deus da Bíblia e ele dá testemunho de sua fé aqui no Salmo 19. Na oração de Davi aqui no Salmo 19.11-14, ele revela a sua atitude de amor a Deus e sua Palavra, mas também nos revela o que ele pensava sobre Deus e a sua Palavra. Neste sermão, atentemos para o compromisso de Davi com a Palavra de Deus.

Vejamos, em primeiro lugar, que a Palavra era para Davi uma fonte segura de proteção contra o pecado (Sl.19.11 a). Davi era um homem segundo o coração de Deus, mas também um pecador que ofendeu a Deus com suas transgressões. O Senhor, por sua graça, usou sua Palavra para conduzi-lo ao arrependimento e perdoá-lo do seu pecado. Em face da tentação, do pecado e da ignorância, precisamos da Palavra, de sua admoestação e advertência. Ela nos protege de pecar com suas exortações. Nós precisamos escondê-la em nosso coração como um escudo para que não venhamos a pecar contra Deus. A Bíblia nos adverte a evitar pecados que nos levam à destruição e que roubam nossa alegria e capacidade de testemunhar de Deus. “A tua palavra”, diz Davi, “escondi no meu coração para não pecar contra ti, Senhor”!

Como você pode viver uma vida pura? Observando a Palavra de Deus (Sl.119.9-11). Longe da Palavra nos tornamos alvos fáceis de Satanás e sujeitos a cair facilmente em tentação! Mas agarrando-se a ela como a espada do Espírito e o escudo do Senhor em nossas mãos, receberemos do Senhor sabedoria, força e proteção para lutar e vencer contra o pecado e as ciladas do Diabo (Ef. 6.13-17). Como Cristo venceu as tentações de Satanás no deserto? Com a Palavra de Deus guardada na sua mente e coração (Mt.4.1-11).

Saiba que se você não ler a Bíblia e meditar nela diariamente, se você não tem prazer em estudar e ouvir a Palavra de Deus, sua mente estará vazia das verdades de Deus e será ocupada com as mentiras de Satanás e os conselhos dos ímpios! Lembre-se que a lei de Deus é como uma cerca que ele nos deu para proteger-nos da desobediência. Você tem se deixado admoestar pela Palavra de Deus? Deseja que ela corrija a sua vida? Tem buscado nela a orientação para viver em obediência ao Senhor? Busque a proteção da Palavra de Deus para não pecar contra Ele! Submeta-se às suas verdades e siga alegremente suas preciosas instruções para o seu próprio bem e a glória de Deus!

Em segundo lugar, Davi reconhece que há uma grande recompensa para os que observam a Palavra de Deus e se deixam ser corrigidos por ela (Sl.19.11 b). A verdadeira recompensa que Deus quer nos dá por nossa submissão à sua Palavra não tem nada a ver com uma benção material que você deseja para esta vida. A verdadeira recompensa tem a ver com uma vida abençoada e agradável a Deus e com a glória futura que ele prometeu aos que o amam. Em vez de viver para o que podemos acumular aqui e agora, preocupados com riqueza, prosperidade e sucesso imediato, precisamos nos voltar para a benção de viver uma vida reta aos olhos de Deus e ansiar pela eterna recompensa que ele tem para nós. Literalmente a expressão “há grande recompensa” aponta para a grande consumação eterna em que Deus dará aos fiéis uma coroa de justiça ou uma coroa de glória que significa a vida eterna que vamos receber e desfrutar com o Senhor no dia glorioso da sua vinda.

Não podemos nos esquecer de que essa recompensa não nos é dada por mérito, mas por graça. Davi não está aqui defendendo a religião do mérito! Afinal de contas, por diversas vezes ele chama Deus de seu Redentor e suplica por sua misericórdia (Sl.25; 130). Tudo o que somos e temos é fruto da graça de Deus em Cristo Jesus (Ef.2.8-10). O Nosso Deus é tão rico em sua graça para conosco que ele não somente nos salva, mas também tem prazer em recompensar a nossa obediência com uma vida abençoada aqui na terra (Sl.128) e com um galardão no céu (Hb.6.10; Ap.14.13).

Em terceiro lugar, Davi vê a Palavra de Deus como um instrumento usado por Deus para purificá-lo do seu pecado (Sl.19.12,13). Nesta oração, Davi pede ao Senhor que o purifique espiritualmente pela sua Palavra. Ele diz ao Senhor: “Quem pode entender seus erros? Como posso saber por que peco? Por que eu desobedeceria a essa Palavra que pode me restaurar, me tornar sábio e preencher meu coração com alegria e iluminar meus olhos e me conceder o temor do Senhor”?

E, ao olhar para a Palavra, ele clama: “Oh, Senhor, purifique-me dos meus pecados secretos. Esses são os que eu não planejo e não premedito, eles são os meus pecados escondidos. E talvez eu não tenha me lembrado de confessá-los ao Senhor! Ajuda-me a enxergá-los pela tua Palavra”! E então, ele diz: “Também da soberba, guarda o teu servo. Esses são os pecados que eu conheço e planejo cometê-los, são meus pecados voluntários! Não permitas que eles também me dominem! Confronta-me com a tua Palavra e, então, serei irrepreensível e ficarei livre de grande transgressão”!

O termo “grande transgressão” traz a ideia de romper uma barreira, passar por cima dos mandamentos do Senhor, destruir a cerca, escapar do domínio de Deus. Então, você pode ver que ao olhar para as Escrituras, Davi é levado a suplicar ao Senhor por purificação, por um desejo de se manter puro diante do Senhor, de não se tornar culpado de desobedecer à sua lei.

Meus irmãos! A Palavra de Deus é útil para santificar nossas vidas. Nós temos dificuldade em entender e reconhecer nossos erros. Somos péssimos para ver o pecado que está em nós, mas muito bons em escondê-los e justificá-los. Apresentaríamos um monte de desculpas esfarrapadas para nossos erros, se não tivéssemos diante de nós a Bíblia que expõe tudo de ruim que está dentro de nós. E assim o salmista diz: “Absolve-me das faltas ocultas. Guarda-me da soberba. Não deixe que ela me domine. Então, eu serei irrepreensível e absolvido de grande transgressão”.

As Escrituras nos ajudam a discernir e enxergar os nossos pecados. As Escrituras revelam a nossa tendência para a cobiça no interior do nosso coração; ela desvenda o nosso orgulho e a maldade que está dentro do nosso coração. Davi experimentou isso quando o profeta Natã o repreendeu com a Palavra de Deus (II Sm.12.1-15) Paulo afirmou que o conhecimento do nosso pecado vem pela Lei de Deus (ver Rm.3.20). Ele próprio foi persuadido do seu pecado pela Palavra de Deus (Rm.7.7-24). Você tem reconhecido o seu pecado pela lei de Deus? Tem se deixado admoestar por ela e suplicado ao Senhor que o livre das suas transgressões? É desejo sincero do seu coração ser purificado pela Palavra de Deus? A Escritura nos faz enxergar nossos pecados para corrermos a Cristo a fim de encontrar nele a graça do perdão. A Palavra nos revela que o sangue de Cristo nos purifica de todo pecado.

Davi ainda nos revela o seu compromisso em ser fiel e amar a Palavra de Deus (Sl.19.14). O que ele está dizendo é: “Ó Deus, que as coisas que eu penso e as coisas que eu digo sejam aceitáveis ​​por Ti!” Em outras palavras, ele está dizendo: “Faça-me um homem da Palavra. Faça meus pensamentos serem bíblicos. Faça minhas palavras serem bíblicas. Guarda-me em fidelidade à tua Palavra”. Como precisamos assumir este compromisso de fidelidade à Palavra de Deus como Davi o fez.

Especialmente nestes dias em que muitas pessoas, inclusive dentro das igrejas evangélicas, estão deixando a Palavra de Deus de lado para seguir seus próprios pensamentos e caminhos. Eles acham que a Palavra não pode satisfazer suas reais necessidades e que a Bíblia não é suficiente para orientá-los e guiá-los no bom caminho. Precisam de algo mais como as novas experiências e novas ideias fora da Palavra de Deus. Ao contrário disso, precisamos voltar os nossos olhos para as Escrituras e deixar que elas guiem os nossos passos. Precisamos meditar nela diariamente e deixar que ela habite ricamente em nossos corações.

Você pode fazer perante o Senhor uma aliança renovada para se comprometer com a Sua Palavra? Você pode fazer um pacto de se manter fiel ao Senhor e à sua Palavra? Você deseja ser um homem ou uma mulher da Palavra de Deus? Você quer receber os benefícios da Palavra de Deus? Deseja ser admoestado por ela, corrigido e purificado por ela de suas transgressões? Quer receber a recompensa do Senhor por obedecê-la? Você tem fome e sede da Palavra? Ela é rica e preciosa pra você? Você tem sido impactado com a sua verdade ou tem se mantido indiferente a ela? Volte-se para as Escrituras, familiarize-se com ela mediante sua leitura e meditação constantes. Tenha prazer na Palavra de Deus e a enxergue como sua possessão mais preciosa nesta terra. Saiba que o Espírito Santo usa essa Palavra para fazer grandes coisas na sua vida.

Era isso que Davi buscava para ele. Ele pede ao Senhor que a Palavra de Deus domine a sua vida, o seu coração e a sua mente. Na verdade, é isso que Deus deseja de nós. Então, o que você deve está pensando e falando em todo tempo? Nada mais, nada menos do que a Palavra de Deus. Uma aplicação disto tem a ver com a educação dos nossos filhos! O que estamos provendo para eles? Estamos ensinando a Palavra de Deus às nossas crianças? Estamos levando-as a conhecer a Deus e a sua salvação pelo ensino da Bíblia? Veja o que Deus requer de nós em Deuteronômio 6.1-9 e Efésios 6.4.

Você quer uma vida ricamente abençoada por Deus para você e seus filhos? Então, que as palavras da sua boca e a meditação do seu coração sejam aceitáveis ​​aos olhos de Deus. E o que é aceitável aos olhos de Deus? Pensamentos e palavras que são bíblicos. Pense, portanto, nas coisas do alto. Cultive a mente de Cristo. Seja cheio da Palavra de Deus e assim, você será ricamente abençoado por Deus e será uma benção para todos que lhe cercam! E não se esqueça de que esta Palavra nos revela Cristo, o Redentor de nossas almas! Mais do que Davi, Jesus amava Palavra de Deus e era comprometido com ela! Ele tinha prazer em ler e meditar na lei de Deus! Ele repreendeu pecadores e os perdoou mediante a sua Palavra! Ele obedeceu perfeitamente cada mandamento da lei de Deus para nossa salvação! A Bíblia nos testifica de Cristo e do seu apego às Escrituras! Nelas encontramos o registro fiel de sua obra redentora, bem como seus bons mandamentos e suas ricas promessas de salvação para nós e nossos filhos! Amém!

 

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

Pr. Elissandro Rabêlo

Pastor na Igreja Reformada em Cabo Frio – RJ.