Pregação preparada pelo Pr. Abram de Graaf

Leitura: Gálatas 03:06-14

Texto: Gênesis 12:03

“Cristo nos mandou celebrar esta ceia em sua memória. Nesta mesa nós lembramos que nosso Senhor se tornou homem para carregar a ira de Deus e para salvar o seu povo; Já no Antigo Testamento Deus revelou isso. Como por exemplo através da história em Gênesis 12, 1-3.” Vamos ler esta história:
[-]

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

Acabamos de cantar este hino, que diz:
Tu és soberano sobre a terra, sobre o céu, tu és Senhor, absoluto.
Tudo que existe e acontece, tu sabes muito bem, tu és tremendo.
O nosso Deus é assim, irmãos. Ele é soberano. Ele é onipotente. Ele não somente sabe o que existe e o que vai acontecer, Mas ele também age de tal forma que as coisas acontecerão de acordo com o seu plano. Por causa disso, Deus pode prometer alguma coisa, sabendo que isso realmente acontecerá. A promessa de Deus é fiel, porque ele é soberano.

É bom observar isso! Especialmente quando lemos o Antigo Testamento. Deus é soberano e Deus tem um plano. O plano da salvação. Deus já revelou a existência desse plano a Adão, logo depois da queda. Deus prometeu um Salvador, que ferirá a cabeça da Serpente; Ele vencerá o Satanás. Este Salvador seria um homem, um filho de Adão, um descendente de Eva. Um dos seus netos ou bis, bis netos, será o grande herói; o grande salvador.

Deus revelou isso a Adão antes do grande dilúvio, E agora Deus reafirmou a sua promessa a Abrão, muitos séculos depois do dilúvio. Deus não esqueceu seu plano. O homem pode perder o foco da sua vida. Ele pode fazer os seus planos e se perder nos detalhes e no final nada acontecerá. Tem pessoas que vivem assim. Elas têm grandes planos, mas não conseguem realizar os seus planos, porque não conseguem se concentrar no foco dos seus planos. Deus não é assim, irmão.

Deus tem um plano e este plano faz parte da sua existência. Deus faz tudo para realizar o seu plano. Deus está completamente e inteiramente empolgado para realizar o seu plano da salvação. Pode ser, que o homem não consegue ver o desempenho de Deus, mas isso não quer dizer que Ele está parado. Pode ser que nós não podemos ver o sol, por causa das nuvens, mas isso não quer dizer que o sol parou de brilhar.

Deus é soberano e continua a realizar o seu plano. Abrão descobriu isso, porque Deus o chamou da terra dos seus pais, para Canaã e lhe deu a sua promessa. Deus lhe prometeu a sua benção: uma grande descendência e um bom lugar para viver. E, além disso, Deus lhe revelou que isso faz parte do seu plano da salvação; Em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Essa promessa era um enigma. Como todas as famílias da terra serão benditas em Abraão? Durante muitos séculos isso era um enigma, mas Deus nos revelou a resposta. O apóstolo Paulo, iluminado pelo Espírito Santo nos revelou como Deus fez isso. Paulo fala sobre isso em Gálatas 3, 6-14. (Vamos ler).

Paulo fala no primeiro lugar sobre a promessa que Deus deu a Abraão: Em ti serão benditas todas as famílias da terra. E no final (vs. 14) Paulo diz que essa promessa se realizou em Cristo Jesus. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar. Para que a benção de Abraão chegasse aos gentios, em Jesus Cristo, a fim de que recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido.

Então irmãos, dá para ver como Deus é soberano, sobre a terra e sobre o céu. Deus chamou Abraão e Deus preparou Abraão para ser o pai de todos os crentes. Deus lhe deu a sua benção e a sua promessa: Em ti serão benditas todas as famílias da terra. Deus sabia que essa promessa ia se realizar em Cristo Jesus. Deus sabia e Deus fez tudo para cumprir a sua promessa; Ele cuidou da descendência de Abraão. De Isaque e de Jacó, De Davi até Maria, a mãe de Jesus. E Deus na sua soberania, definiu também todos os detalhes da vida de Jesus. Do seu nascimento até a sua morte na cruz. Porque só ali, só na cruz, ele poderia nos salvar da maldição da lei.

A história da salvação é como um espetáculo de fogos artificiais. O foco desse espetáculo é A CRUZ de Cristo. A cruz de Cristo deve ser iluminada para chamar a atenção de todo mundo. Mas para fazer isso, nós precisamos uma mecha: um caminho de pólvora para ascender a peça central. O antigo testamento nos mostra esse caminho de pólvora, que anda até Golgotha onde estava a cruz de Cristo. Deus ascendeu a pólvora na presença de Adão e Eva em Genesis 3,15, a pólvora passou por Abraão, Isaque, Jacó, Davi, chegou até Maria e Jesus, que levou fogo do Espírito Santo até a cruz onde morreu. O espetáculo morreu, por que Jesus morreu. Só três dias depois houve uma nova explosão, uma explosão de vida; uma explosão de alegria. Cristo ressuscitou, Cristo está vivo, Cristo subiu ao céu!

Nós somos espectadores, irmãos. Nós fomos chamados e recebemos lugares especiais. Nós recebemos lugares privilegiados, para observar o espetáculo da salvação. Aqui na igreja podemos observar o espetáculo da salvação através da pregação da Palavra; E aqui na igreja os irmãos recebem um lugar privilegiado na santa ceia. Na santa ceia podemos ver com os nossos próprios olhos; e podemos experimentar com a nossa própria boca como todas as famílias da terra são benditas em Cristo Jesus.

A promessa, que Deus deu a Abraão, se realiza aqui na nossa igreja:
Em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Todas as famílias, que aceitam Jesus como Senhor;
Todas as famílias, que seguem Jesus como Salvador;
Todas as famílias da igreja reformada do Brasil em Maceió;

Deus é soberano, irmãos.
O hino diz: E apesar dessa glória que tens,
Tu te importas comigo também.
E esse amor tão grande, eleva-me, amarra-me a ti.
Tu és tremendo!
Tu és Deus!
Só tu.
Amém

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

** Este sermão foi originalmente escrito para uso do pastor e não passou por correção ortográfica ou gramatical.

*** Encontre mais sermões do Pr. Abram de Graaf em: bramdegraaf.com

Compartilhe!

Pr. Abram de Graaf

O pastor Abram de Graaf é “Doctorandus” (Drs) em Teologia e um dos professores do Instituto João Calvino (Aldeia, Camaragibe-PE). Ele é pastor da Igreja Reformada de Hamilton, Canadá, enviado como missionário às Igrejas Reformadas do Brasil, desde o ano 2000. É Diretor do Projeto Dordt-Brasil. Ele mora em Maceió e também desenvolve projetos nessa cidade.

Deixe um Comentário