Pregação preparada pelo Pr. Abram de Graaf

Leitura: Gênesis 04.17-26; Gênesis 05; Hebreus 11.01-16

Texto: Gênesis 05.21-24

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Um dos mistérios da fé cristã é o arrebatamento dos crentes no dia em que Cristo voltará. A bíblia fala sobre este arrebatamento em 1 Tessalonicenses 4 e 1 Coríntios 15, 51: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados. Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nos seremos transformados”. A palavra de Deus nos revela que nem todos faleceremos, mas todos seremos transformados. Como isso acontecerá é um mistério, nós não podemos bem imaginar.

A Palavra de Deus nos ajuda neste ponto, pois fala sobre o arrebatamento de Enoque.

Quem é este homem? Ele não é muito conhecido, mas também não é completamente desconhecido. Há três lugares na Bíblia onde se fala sobre Enoque. O primeiro lugar é Gênesis 5, 21-24; e mais uma vez na epistola de Judas, onde se encontra uma profecia sobre ele; e finalmente na carta aos Hebreus, onde Enoque é apresentado como um campeão da fé. Hoje queremos nos limitar e dar atenção ao texto que encontramos em Gênesis 5, 21-24. [Vamos ler Gênesis 5]

Quem abre Gênesis 5, encontra uma GENEALOGIA. A genealogia de Adão. A descendência de Adão, desde Sete até Noé. Dez gerações e em cada geração encontramos o líder da família: Adão, Sete, Enos até Noé. Dez homens, que estão colocados um ao lado do outro numa fila triste. Uma fila triste, pois cada vez ouvimos o nome duma pessoa e logo se acrescenta: E MORREU. “MORREU!” isso é o refrão triste e monótono desta genealogia.

Quem observa Gênesis 5, se imagina num cemitério. O CIMETÉRIO DOS PRIMOGÊNITOS DESTA TERRA. O cemitério mais antigo deste mundo com uma fila impressionante de pedras tumulares. Dez pedras tumulares e em cada pedra está escrito as noticias importantes da vida daquela pessoa que está enterrada. E quando passamos pelas pedras, admiramos os nomes e a idade destas pessoas: ADÃO (Novecentos e trinta anos) – SETE (Novecentos e doze anos) – ENOS (Novecentos e cinco anos) – CAINÃ (Novecentos e dez anos) – MAALALEL (Oitocentos e noventa e cinco anos) – JEREDE (Novecentos e sessenta e dois anos) – ENOQUE (Trezentos e sessenta e cinco anos) – MATUSALÉM (novecentos e sessenta e nove anos) e LAMEQUE (Setecentos e setenta e sete anos).

A sétima destas pedras é um pouco especial: ENOQUE. Ele foi o mais NOVO…deles. E quando olhamos de novo para a pedra dele lemos esta notícia:

E VIVEU ENOQUE SESSENTA E CINCO ANOS
E GEROU MATUSALÉM
E DEPOIS QUE GEROU A MATUSALÉM
ENOQUE ANDOU COM DEUS TREZENTOS ANOS,
E GEROU FILHOS E FILHAS
E FORAM TODOS OS DIAS DE ENOQUE TREZENTOS E SESSENTA E CINCO ANOS
E ANDOU ENOQUE COM DEUS
E NÃO APARECEU MAIS,
PORQUANTO DEUS PARA SI O TOMOU.

Uma noticia esquisita, irmãos: E NÃO APARECEU MAIS.  Então, encontramos aqui uma pedra, mas SEM TÚMULO! Pois Enoque não morreu, mas ele DESAPARECEU. E apesar das investigações não se encontrou mais. Enoque desapareceu. Ele não estava mais ali. Não estamos olhando para uma pedra dum tumulo, mas para uma lápide, um monumento.

DEUS FEZ UM MONUMENTO PARA ENOQUE.
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A VIDA DE ENOQUE COM DEUS;
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A MUDANÇA NA VIDA COM DEUS;
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A PRESENCA DE DEUS NA VIDA DE ENOQUE;

DEUS FEZ UM MONUMENTO PARA ENOQUE.
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A VIDA DE ENOQUE COM DEUS;

Quando observamos de novo a notícia sobre Enoque, como encontramos em Gênesis 5, parece que não há muito o que possamos dizer sobre este homem. A vida dele é descrita com poucas palavras. O pai de Enoque foi Jerede; Quando Enoque tinha sessenta e cinco anos, ele gerou a Matusalém. Depois disso ele ainda viveu três séculos e neste período gerou mais filhos e filhas. Assim ele completou os seus trezentos e sessenta e cinco anos. E há ainda um detalhe: durante todos estes anos, Enoque andava com Deus. É TUDO o que sabemos da vida de Enoque. Só alguns detalhes. Então este sermão não vai ser longo.

Mas apesar disso, devemos dizer que este homem, Enoque, atraiu muita atenção durante os séculos seguintes. A ausência misteriosa atraiu a atenção e muitas idéias e fantasias foram lançadas sobre este homem. Até existe um livro apócrifo que se chama o Livro de Enoque. Neste livro, Enoque é apresentado como um homem piedoso, que teve muita sabedoria; ele foi o primeiro autor dum livro; o primeiro astrônomo, um profeta, que conhecia os segredos do passado e o futuro; que estava na companhia dos anjos e que conhecia os mistérios de Deus. Nós não vamos dar atenção a isso hoje, mas é bom saber que essas idéias existem, pois às vezes se pode ouvir coisas sobre Enoque que não se encontram na bíblia. E ouvindo isso, um irmão podia pensar: de onde vêm estas idéias? Então, agora sabe: provavelmente daquele livro apócrifo de Enoque.  Aquele livro pode ser interessante para ler, mas o que realmente vale para nós é a Palavra de Deus.

Antes de falar um pouco mais sobre Enoque, devemos dar atenção à época em que Enoque vivia. A bíblia mostra isso. Pois Gênesis 5 nos dá a genealogia de Adão até NOÉ. Então, irmãos, Enoque vivia ANTES DO DILUVIO. Isso não nos ajuda muito, pois a Palavra de Deus nos revela só um pouquinho sobre aquela época. Em três capítulos se conta a historia de mais de três mil anos. Isso não é muito, mas devemos nos lembrar que a Bíblia não nos conta a historia deste mundo, mas a historia da nossa salvação. A bíblia relata o caminho de Deus com o seu povo. Isso começa com a criação do mundo. Especialmente com a promessa que Deus deu a Adão e Eva no paraíso (Gn. 3,15): “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. Deus perturbou a aliança que o homem fez com a Serpente, o diabo; e Deus colocou inimizade entre os dois. E desde aquele momento a historia deste mundo vai mostrar isso: INIMIZADE.

Descobrimos isso logo na segunda geração depois Adão. Podemos ver dois grupos. Um grupo é a semente SANTA.  Esta semente santa produzirá o Cristo; e no outro lado descobrimos a semente ímpia: os filhos que seguem o diabo. Adão e Eva viram dois tipos de crianças crescer: um tipo se encontra nas famílias de Sete até Noé; e o outro tipo, o tipo descrente, se encontra na família de Caim.  Deus mesmo faz uma distinção entre os dois. Isso fica claro, pois a bíblia nos apresenta duas genealogias de Adão. Em Gênesis 4 encontramos a genealogia do descrente Caim, que termina com Lameque com a sua boca grande. E a segunda geração encontramos em Gênesis 5: as crianças do crente Sete.

Então, irmãos, duas famílias. E entre estas famílias há inimizade; Há um conflito profundo entre a família de Caim e a família de Sete. A família de Sete tem um estilo de vida que é completamente diferente do da família de Caim. Há grandes diferenças e essas diferenças têm a ver com a diferença entre o crente e o descrente. Quem vive com Deus tem um estilo diferente do de quem vive sem Deus.

Na família de Caim encontramos um desprezo por Deus e este desprezo é mais forte na geração de Lameque, o sétimo depois de Caim. Lameque vive sem Deus e não obedece aos mandamentos de Deus. Ele não segue a ordem do casamento que Deus colocou no Paraíso; ele despreza o casamento e pega mais mulheres para si: Ada e Zilá. Lameque nega Deus e deixa isso claro no seu HINO DE VINGANÇA (Gn. 4, 23): “Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu MATEI um homem por me FERIR, e um jovem por me PISAR. PORQUE SETE VEZES Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.” Vocês entendem o que este homem está dizendo, irmãos? Lameque não pensa em PERDÃO. Esta palavra ele não conhece. Quem tocar nele, vai se arrepender; quem tocar nele, receberá de volta sete vezes mais. Lameque não conhece perdão, só vingança! Ele não domina a sua ira, mas reage conforme os seus sentimentos; Ele nega Deus e os seus mandamentos. Isso não é um detalhe da sua vida, mas isso é o ESTILO DA SUA VIDA. Assim ele falou, assim ele pensou e assim ele criou os seus filhos.

Isso não é um dito isolado; a bíblia nos mostra isso. Pegue por exemplo Gênesis 6,5. Lá está escrito:  “E viu o Senhor que A MALDADE do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má CONTINUAMENTE. Então se arrependeu o Senhor de haver feito o homem sobre a terra.”

Na geração de Lameque a decadência da descendência de Caim chegou ao seu ponto mais profundo e desde aquele momento a maldade se espalha como o câncer na humanidade. Então, era naquela época que Enoque vivia. Lameque é o adversário de Enoque. Lameque é o sétimo desde Caim; Enoque é o sétimo desde Adão.

Enoque viu a decadência dos homens e ele avisou contra isso. Ele profetizou e disse (Judas 14): “Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos; para fazer juízo contra todos os ímpios, por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.” Assim Enoque avisava contra o ímpio Lameque e contra as palavras duras que este gritara. Enoque avisou aos ímpios e profetizou que Deus estava se preparando para castigá-los. E estas palavras também não foram palavras isoladas. Assim Enoque falou, e pensou, e assim criou os seus filhos. NO TEMOR DO SENHOR, pois Enoque ANDOU COM DEUS.
A palavra de Deus enfatiza isso. Até duas vezes foi dito: ENOQUE ANDOU COM DEUS. Isso é um dito muito especial: isso nos mostra muito sobre a vida de Enoque. Em Gênesis 6,9 a mesma noticia é dada sobre Noé: também andou com Deus e Deus acrescenta e diz: Noé era homem justo e perfeito em suas gerações. Noé andava com Deus.  O primeiro está ligado com o segundo; do fato que Noé era homem justo e perfeito, ficou claro que ele andou com Deus. A sua vida foi completamente dominada por Deus. E a vida de Enoque foi igual. Deus tinha um convívio intimo com Enoque. Deus falou com Enoque. Deus revelou os seus planos a Enoque. Isso marca o andar com Deus. Andar com Deus quer dizer que existe um convívio intimo com Deus. Amigos andam juntos; INIMIGOS não andam juntos. Inimigos se encontram e naquele momento eles têm um conflito. Mas andar junto quer dizer que os dois partidos se dão bem. Os dois têm o mesmo alvo; o mesmo objetivo; os dois andam nos mesmos caminhos. Assim Enoque andou com Deus. Não por um momento, mas toda a sua vida. Não por um momento, para depois se afastar e escolher os seus próprios caminhos. Nada disso! Enoque andou continuamente no caminho que Deus lhe mostrou. E o resultado disso foi que Enoque terminou a sua vida aqui na terra duma maneira extraordinária.

DEUS FEZ UM MONUMENTO PARA ENOQUE.
ESTE MONUMENTO NOS MOSTROU A VIDA DE ENOQUE COM DEUS;
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A MUDANÇA DA SUA VIDA COM DEUS;

Quem ainda sem lembra o que estava escrito na pedra monumental de Enoque? Enoque andou com Deus, e NÃO APARECEU MAIS…, PORQUANTO DEUS PARA SI O TOMOU. Isso deve ter sido um momento muito esquisito. Estranho! De repente, Enoque não mais apareceu. Durante o seu andar com Deus, Deus o tirou do meio da sua família, os seus filhos e as suas filhas; De repente o pai deles não apareceu mais em casa. Ele desapareceu e ficou desaparecido. E apesar de todas as investigações, ele não se encontrou mais. Ele desapareceu. O que aconteceu?

Hoje em dia íamos botar um anuncio: No ‘Linha Direta’ por exemplo. DESAPARECEU: Enoque. Pai de muitos filhos e filhas. Idade: trezentos e sessenta e cinco anos. Pode ser reconhecido pelo comportamento: justo e perfeito. Ele foi visto pela última vez, enquanto andava com Deus. Ele desapareceu sem deixar noticia. Quem puder nos dar informações sobre este homem, pode fazer um contato com o filho dele: Matusalém.

Dessa maneira nós íamos investigar este caso. E quando ouvimos uma tal noticia, logo nos perguntamos: o que aconteceu com este homem? E provavelmente pensamos numa doença psicológica, demência, ou pior: um seqüestro ou um assassinato. Pois uma pessoa não desaparece sem motivo.

Por isso investigamos o caso quando uma pessoa desaparece. Na Bíblia se faz isso também. Quando uma pessoa desaparecia, a família fazia uma busca e procurava até encontrar o corpo, ou o resto do corpo. Pense por exemplo no caso de José, que desapareceu misteriosamente. Os seus irmãos o seqüestraram e venderam-no como escravo para Egito. Depois disso eles pegaram as roupas dele e botaram nela sangue dum animal e levaram-nas ao pai deles com a mensagem: encontramos estas roupas. Então os irmãos fingiram uma investigação, mas mentiram.

Mas podemos pensar também no caso de Moisés. Ele subiu na montanha e morreu lá. Eles fizeram uma investigação para encontrar o corpo de Moisés, mas o autor de Deuteronômio diz (Dt. 34,6) : “e ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura”. E temos também o caso de Elias. Os profetas de Jericó pressionaram Eliseu porque queriam fazer uma busca para encontrar o corpo de Elias (2 Reis 2,16). Cinqüenta homens procuraram na região durante três dias, mas eles não encontraram nada. E quando não encontravam nada, a conclusão era: Deus o transportou para um outro lugar. Isso foi também a conclusão da investigação do caso de Enoque: DEUS O TOMOU PARA SI. Deus o “seqüestrou”. Ele não morreu.

E esta noticia chama a atenção nesta genealogia. Enquanto foi dito sobre cada homem que ele morreu, neste caso está escrito: não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou. Então o fim da sua vida não é igual ao fim dos outros. Deus o tomou para si. Isso ainda não quer dizer que ele foi transportado para o céu, mas o autor da carta aos Hebreus diz: Enoque foi trasladado para NÃO VER A MORTE. Então Enoque não morreu, nem foi enterrado. Ele foi transportado para a vida eterna. Ele foi arrebatado. Ele foi transformado,  se tornou incorruptível e foi transportado para a vida eterna.

Posso imaginar que um dos irmãos poderia dizer: Um momentinho, pastor! Então Enoque não morreu?! Mas como isso se encaixa com Romanos 5, 12 onde está escrito: “Como por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram; a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão”.

Então! Como é a situação? Paulo diz que TODOS OS HOMENS pecaram e por isso morreram. Mas Enoque NÂO morreu. Então OU Paulo está errado, OU Enoque não existiu. Bom, irmãos, posso dizer o seguinte sobre isso. Devemos contar com a intenção de Paulo. O que ele quer dizer. O apostolo Paulo nos conta a REGRA GERAL: todos os homens morrem, porque TODOS os homens pecaram. Assim é a vida depois da queda. Compare isso com a genealogia de Gênesis 5! Até estes homens fortes que atingiram uma idade avançada: mais do que novecentos anos (!) , mas, até estes campeões morreram. Assim é a regra geral. Mas isso não quer dizer que Deus não pode fazer exceções. Paulo sabe melhor. Pois o mesmo Paulo escreveu na sua carta aos Coríntios: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados”. Haverá irmãos que serão vivos no dia da vinda de Cristo e estes irmãos NÃO MORRERÃO. Paulo fala sobre o futuro, e mostra que há exceções. TODOS OS HOMENS MORRERÃO. Isso é a regra geral, mas Deus pode fazer exceções.

O arrebatamento de Enoque também não quer dizer que Enoque nunca tinha cometido um pecado. Sei que está escrito que ele andou com Deus e que ele era justo e perfeito, mas a mesma coisa foi dita de Noé e Noé morreu. Isso já mostra que é muito difícil de avaliar a vida desta pessoa. Só podemos dizer que Deus fez uma exceção, porque ele agradou a Deus. Também no caso de Enoque, a sua salvação é um ato da graça de Deus, que é um galardoador. Deus quer nos mostrar alguma coisa com isso.

DEUS FEZ UM MONUMENTO PARA ENOQUE.
ESTE MONUMENTO NOS MOSTROU A VIDA DE ENOQUE COM DEUS;
ESTE MONUMENTO NOS MOSTROU A MUDANÇA NA SUA VIDA COM DEUS;
ESTE MONUMENTO NOS MOSTRA A PRESENCA DE DEUS NA VIDA DE ENOQUE;

Com o arrebatamento de Enoque Deus forçou a maldição que Ele mesmo tinha dado no paraíso: ‘no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Assim Deus falou a Adão. E agora Deus quebra as nuvens escuras sobre o cemitério dos primogênitos da terra e manda uma raiz de luz que fica na pedra de Enoque. A vida e a mudança da sua vida são uma profecia contínua para todas as gerações da terra. A AUSÊNCIA DE ENOQUE É UM SINAL DA PRESENÇA DE DEUS. O Deus de Adão está vivo e dá a vida.

Isso é uma mensagem forte! Especialmente se descobrimos que Adão acabou de morrer quando Enoque foi arrebatado. Os filhos de Adão nunca viram a Deus. Eles começaram a invocar o nome de Deus, mas o mundo em redor deles estava dizendo que Deus não existia. E com a morte de Adão, morreu também o primeiro profeta que podia lhes contar sobre Deus. E exatamente naquele momento Deus dá este testemunho: Enoque desaparece, pois Deus o tomou para si. Deus mostra claramente que Ele EXISTE. Ele está vivo! Ele é o Deus que criou a vida. Ele é o Deus da vida. Ele é mais forte do que a morte.

Esta mensagem é pregada durante os séculos. E esta mensagem vem ainda mais forte para nós, pois nós sabemos que o mesmo Deus de Enoque ressuscitou Jesus Cristo. Cristo foi também transportado para o céu. E lá Ele é uma benção para todos nós.

É bom ler a carta aos Hebreus, pois lá, no capítulo 11, está escrito: “Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus. Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia QUE ELE EXISTE, E QUE É GALARDOADOR DOS QUE O BUSCAM”.

Devemos crer no primeiro e no segundo. Não é BASTANTE cremos que Deus existe e mais nada. Às vezes podemos ouvir isso numa conversa com os incrédulos; há pessoas que podem te dizer com muita piedade: Não, mas eu creio em Deus. E elas acham que isso é suficiente. Elas crêem que Deus existe, mas não BUSCAM a Deus. Elas não têm a vontade de buscar a Deus. Elas não vêm para a igreja, nem para os cultos, nem para os estudos bíblicos; elas não oram regularmente em casa; não há um culto doméstico em casa; nem uma leitura continua da bíblia, nem uma vida piedosa. Estas coisas são as coisas que fazem parte duma vida intima com Deus. Estas coisas mostram como uma pessoa quer ANDAR COM DEUS.

Então, deixem-me fazer esta pergunta: como está com a sua vida, irmão? Jovens? Adolescentes? Vocês ANDAM COM DEUS? Cada dia? E falam com Deus? Vocês BUSCAM a Deus nas suas orações? Orações em que se abre o seu coração? Falam intimamente com Deus OU a oração se tornou um costume, em que repetimos as mesmas palavras sem pensar? E buscam Deus sinceramente na Sua Palavra? Na Bíblia? Neste livro encontramos as palavras de Deus. Promessas antigas, mas ainda válidas. Pois estas promessas antigas são bastante para nos dar a salvação, se acreditamos nelas e as abraçamos com verdadeira fé. Se fizerem isso, irmãos, confiem em Deus, pois Ele é Galardoador para TODOS que O BUSCAM SINCERAMENTE!

Amém.

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

Compartilhe!

Pr. Abram de Graaf

O pastor Abram de Graaf é “Doctorandus” (Drs) em Teologia e um dos professores do Instituto João Calvino (Aldeia, Camaragibe-PE). Ele é pastor da Igreja Reformada de Hamilton, Canadá, enviado como missionário às Igrejas Reformadas do Brasil, desde o ano 2000. É Diretor do Projeto Dordt-Brasil. Ele mora em Maceió e também desenvolve projetos nessa cidade.

One Thought to “Gênesis 05.21-24”

  1. Fernando Nascimento da Conceição

    Aprendi muito com essa mensagem pastor Abram de Graaf. Que o Nosso Deus continue te abençoando.

Deixe um Comentário