Sermão preparado pelo Pr. Elissandro Rabêlo

Leitura: Marcos 01.14-15; Mateus 06.09-13, 33

Texto: Dia do Senhor 48; Mateus 06.10 a: “Venha o Teu reino”

 

Amada igreja no Senhor Jesus Cristo e caros ouvintes

O Senhor iniciou a oração do Pai Nosso falando primeiro dos interesses de Deus do que das nossas necessidades como seus filhos. As três primeiras petições apontam para o nome de Deus (santificado seja o teu nome), o seu reino (venha o teu reino) e à sua vontade (faça-se a tua vontade). Você sabe por que Jesus começou sua oração com essas três petições? Para nos ensinar uma coisa muito importante: Que a prioridade da nossa vida não é viver para nós mesmos nem buscar os nossos interesses, mas viver para Deus e buscar os seus interesses acima de tudo.

A honra do nome de Deus, a vinda do seu reino e fazer a vontade do Senhor devem ser os principais desejos do nosso coração. Quando nos esforçamos para buscar primeiro o reino de Deus e a sua justiça, as outras coisas certamente serão acrescentadas. Não tenha dúvida disso, pois é a promessa de Cristo em Mateus 6.33. Portanto, as três primeiras petições da oração do Senhor expressam que a prioridade na vida do crente é viver para a glória de Deus antes que qualquer outra coisa.
Hoje vamos ouvir o evangelho de Cristo na segunda petição: “venha o teu reino”! Muitas pessoas proferem essas palavras em suas orações! Mas será que todas elas entendem o que estão pedindo a Deus quando dizem: “venha o teu reino”? Você sabe o que essa petição significa pra sua vida? O nosso catecismo nos ajuda nesse ponto no domingo 48, perg.123: “Qual é a segunda petição? Resposta: “Venha o teu reino”. Quer dizer: Governa-nos por tua Palavra e por teu Espírito de tal maneira que, cada vez mais, nos submetamos a ti; conserva e aumenta a tua igreja; destrói as obras do diabo e todo poder que se levanta contra ti, e todos os maus planos que são inventados contra tua santa Palavra; até que venha a plenitude de teu reino, em que tu serás tudo em todos”.

Essa é uma petição muito importante para nós irmãos! Pois tem a ver com a nossa vida aqui e agora na terra e com a nossa vida futura com Cristo! Ouça o evangelho de Cristo revelado a nós na segunda petição da oração do Pai Nosso:
CRISTO NOS CHAMA A ORAR PELA VINDA DO REINO DE DEUS

  • 1) Na Nossa Vida (Governa-nos por Tua Palavra e Espírito)
  • 2) Na Vida da Igreja (Conserva e aumenta tua igreja)
  • 3) Na Vida Porvir (Venha a plenitude do teu reino)

Neste sermão vamos atentar apenas para o primeiro aspecto dessa oração: Cristo nos chama a orar pela vinda do reino de Deus na nossa vida. Ele nos ensina a orar ao Pai dizendo: “venha o teu reino”! Jesus está falando do reino de Deus. Mas o que é o reino de Deus? A Bíblia quando fala do reino de Deus não se refere primeiramente a um território onde Deus governa. Sabemos que Deus é o Rei do Universo e que ele governa soberanamente a sua criação. Mas o reino de Deus na Bíblia significa primeiramente o seu domínio e governo soberano sobre as vidas e os corações das pessoas. O reino de Deus se manifesta quando os homens o reconhecem como Rei e se submetem ao seu domínio sendo governados por sua palavra. Portanto, quando pedimos a Deus que o seu reino venha sobre a nossa vida, estamos pedindo que ele nos governe por Sua Palavra e Espírito e que cada vez mais nos submetamos a Ele.

No paraíso antes da queda, Deus era perfeitamente reconhecido como Rei pelo homem que ele criou. Adão conhecia a Deus e o respeitava como Rei e Senhor. O homem e sua mulher se submetiam perfeitamente e alegremente à Palavra de Deus. Porém, Adão e Eva desobedeceram a Deus deixando de reconhecê-lo como Rei. Eles deram ouvidos à mentira de Satanás de que seriam iguais a Deus se comessem do fruto da árvore proibida. E eles fizeram isso! Desprezaram a Palavra de Deus e se rebelaram diante da sua ordem (Gn. 2.17). Deixaram de dar glória a Deus para buscarem a glória para si mesmos. Deixaram de se submeter a Deus e desfrutar do seu governo gracioso para serem donos de suas próprias vidas. O homem buscou o seu reino e não o de Deus.

E qual foi o resultado disso? Miséria! Adão e Eva sofreram as conseqüências de sua desobediência junto com todos os seus descendentes. O pecado trouxe a morte. Afastou o homem de Deus. Corrompeu o homem completamente de modo que todo ser humano caído segue a tendência de viver independente de Deus e não ser submisso a ele. Hoje é assim. Por causa da queda, não vivemos mais num paraíso perfeito onde todos reconhecem a Deus como Rei e Senhor e se submetem a ele alegremente.

O homem caído no pecado não está preocupado com o reino de Deus, mas com o seu próprio reino. Ele é rebelde. Ele não quer está debaixo da Palavra de Deus. Mas quer viver independente de Deus e construir o seu próprio reino. Não há respeito e temor a Deus, não há submissão à sua Palavra, mas desprezo e rebeldia. Essa é a triste realidade do homem caído conforme Romanos 3.10-18: “… Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, á uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem… são os seus pés velozes para derramar sangue… não há temor de Deus diante dos seus olhos”. É por isso que não devemos ficar admirados diante do aumento da violência, aborto, ganância e toda sorte de imoralidade sexual que há entre os homens como a pedofilia, o homossexualismo e a prostituição! Essa é a triste realidade dos homens que querem viver suas vidas longe do domínio de Deus!

Mas esse não é o propósito de Deus para o homem. Ele criou o homem para viver em comunhão com Ele e reconhecê-lo como Rei e Senhor. Satanás tentou destruir esse plano de Deus. Mas Deus, em seu poder e graça, agiu para salvar o pecador e restabelecer seu reino. O evangelho nos revela que Deus, em sua misericórdia, enviou o seu Filho Jesus Cristo para salvar pecadores e restabelecer o reino de Deus nos corações dos homens. Ainda no paraíso, Deus prometeu o Redentor (Gn. 3.15). Jesus veio no tempo determinado. E qual foi sua primeira mensagem? “O tempo está cumprido e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho” (Mc. 1.15). Jesus anunciou a chegada do reino de Deus em sua pessoa e obra. O reino de Deus chegou até nós com Jesus Cristo, o Messias. O Filho de Deus veio não só para perdoar nossos pecados, mas também para nos dar do Seu Espírito e nos fazer pessoas submissas a Deus que reconhecem seu governo sobre nossas vidas. Jesus veio restaurar a nossa vida e trazer o reino de Deus para dentro dos nossos corações.

Se você foi redimido no sangue de Cristo e recebeu do Seu Espírito e pela graça arrependeu-se dos seus pecados e creu no evangelho, então, você faz parte do reino de Deus, é filho de Deus e o seu principal desejo hoje não é mais viver independente de Deus e ser o dono da sua própria vida como antes, mas agora você deseja de todo coração que o reino de Deus, o seu domínio, a sua Palavra prevaleça e governe cada área do seu viver. Sua oração sincera será: “Oh, Pai Celeste! Que o teu reino venha sobre a minha vida! Que tu me governes por Tua Palavra e Espírito para que cada vez mais eu me submeta a ti”! Você agora vai pedir a Deus junto com Davi: “Senhor, tomara que sejam firmes os meus passos para que eu observe os teus preceitos… Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus; guie-me o teu bom Espírito por terreno plano!” (Sl. 119.5; 143.10).

Meus irmãos! Vocês entendem o que estão pedindo ao Seu Pai Celeste quando dizem: venha o teu reino? Vocês compreendem que essa petição não se limita à vinda futura do reino de Deus, mas tem a ver com a sua vida no dia a dia aqui e agora? Saibam disso, irmãos! Vocês já são cidadãos do reino de Deus! A vocês pertence o reino de Deus (Mt.5.3). Sabe o que isso significa? Duas coisas: privilégio e responsabilidade! O privilégio é que já agora nesta vida vocês desfrutam das bênçãos e riquezas do reino de Deus em Cristo Jesus! Vocês têm perdão dos pecados, a habitação do Espírito em suas vidas, uma vida nova, o cuidado paternal de Deus que lhes sustenta e protege a cada dia.

E, ao mesmo tempo, vocês têm a responsabilidade alegre de viverem como cidadãos do reino de Deus. Ou seja, ser um cristão obediente, que não vive apegado às coisas deste mundo, mas busca primeiramente o reino do Seu Pai do céu, um cristão submisso à Palavra de Deus, que não segue seus próprios caminhos, mas deixa alegremente ser guiado pelo Espírito e pela Palavra de Deus. Por isso você ora: “Pai Nosso que estás no céu… venha o teu reino na minha vida”!

Venha o teu reino é uma petição que chama você a promover a glória de Deus na sua vida! É uma petição que te chama a abandonar todo orgulho e rebeldia para viver em humildade e submissão diante do Seu Pai Celeste! Note a distinção que essa oração nos ensina. A oração do pecador rebelde que não conhece nem se submete a Deus é esta: “Venha o meu reino e não o de Deus”! O hipócrita até ora dizendo: “venha o teu reino, Senhor”, mas a sua prioridade não é a glória de Deus e sim seus interesses. Mas a oração do crente que conhece e ama o Deus que o salvou é esta: “Venha o teu reino, Senhor, e não o meu”! Ele se preocupa com a glória de Deus! Ele se alegra com a boa Palavra de Deus! Ele tem prazer na obediência!

Meu irmão! Minha irmã! Tem sido essa a sua sincera oração? É o seu prazer ser dominado pela Palavra de Deus em todas as áreas da sua vida? Talvez você tenha proferido essas palavras em suas orações, mas isso não combina com a sua vida dia a dia. Você não tem buscado primeiro o reino de Deus como deveria! Não tem se colocado debaixo da boa Palavra de Deus! Tem sido um membro desinteressado! Mais preocupado com suas coisas do que com as coisas de Deus! Um filho rebelde ou um aluno que dá trabalho na escola! Um marido ou uma mulher que não tem cumprido fielmente sua vocação no casamento! Um pai ou uma mãe que tem deixado a desejar na educação cristã dos seus filhos! Um trabalhador infiel! Enfim, você tem desobedecido à lei de Seu Pai! O reino de Deus não tem se manifestado na sua vida como deveria! O que fazer?

Lembre-se: o reino de Deus chegou e é hora de arrepender-se! Precisamos cada dia mudar nossa maneira de pensar e de agir e se voltar para o Senhor que é rico em perdoar! O Senhor te chama a buscar o seu reino, a pedir que o reino de Deus venha sobre a sua vida! Ore a Deus assim: “Oh! Pai! Venha o teu reino sobre a minha vida como membro da tua igreja! Faz de mim um servo submisso, dedicado e disposto a usar os meus dons para a edificação da tua igreja!”

“Oh Pai! Venha o teu reino no meu casamento! Faz de mim um marido amoroso e fiel que cuida bem de minha esposa! Faz de mim uma mulher submissa e sábia que auxilia meu marido! Venha o teu reino na minha família! Faz de mim um bom pai, uma boa mãe para que eu possa educar fielmente os meus filhos! Faz de mim um filho obediente que honra os meus pais e respeita as autoridades, um aluno exemplar que respeita os professores!”

“Venha o teu reino no meu trabalho, Senhor! Faz de mim um patrão justo e generoso, um empregado honesto e fiel! Venha o teu reino Senhor sobre mim! Domina-me com a tua Palavra, guia-me com o Teu Espírito e me ajuda a viver para a tua glória com toda minha vida!”

Aqui cabe uma palavra àqueles que ainda não são membros da igreja! Saiba que essa oração é também pra você que deseja abandonar seus pecados, seguir ao Senhor , se tornar um membro da igreja dele e fazer parte do seu reino! Pode ser que você não se lembra de orar a Deus! Ou talvez por tradição ou
costume você tem proferido as palavras do Pai Nosso em suas orações. Você sempre orou venha o teu reino. Mas sem entender o que estava pedindo e vivendo em rebeldia e desobediência diante de Deus. Você viveu até hoje construindo seu próprio reino e banindo o domínio de Deus da sua vida. “Esse negócio de igreja não é comigo”! “Não quero saber da Palavra de Deus” “Vou viver do meu próprio jeito!”.

Lembre-se que esse pensamento e atitude levam à destruição! Viver longe de Deus é caminhar para o inferno! É hora de arrepender-se, mudar de pensamento e de atitude! Ouça a pregação de Cristo: “O reino de Deus chegou… arrependei-vos e crede no evangelho” (Mc.1.5). O Senhor quer restaurar a sua vida hoje. O Senhor te criou para viver em comunhão com ele e reconhecê-lo como Senhor e Rei da sua vida. Ele quer te guiar com a sua Palavra e Espírito para o seu bem e sua salvação! Volte-se para ele com fé e arrependimento! Deixe-se ser dominado pelo amor e pela palavra de Cristo! E desfrute das bênçãos do reino de Deus já aqui nesta vida! Que seja essa também sua petição consciente e sincera: “Oh Pai, venha o teu reino na minha vida”! Amém.

 

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

** Este sermão foi originalmente escrito para uso do pastor e não passou por correção ortográfica ou gramatical.

Compartilhe!

Pr. Elissandro Rabêlo

Pastor na Igreja Reformada em Fortaleza - CE.

Deixe um Comentário