Pregação preparada pelo Pr. Abram de Graaf

Leitura: Atos 02:42-47

Texto: Atos 02:42-47

Irmãos,

O que uma igreja deve ter para ser uma verdadeira igreja de Cristo? Uma Igreja onde eles não usam a bíblia, é uma igreja de Cristo?

Uma igreja que usa o Alcorão, é uma igreja de Cristo? Não, isso é uma mesquita; Uma igreja onde eles só usam o Antigo Testamento, é uma igreja de Cristo? Não, é uma sinagoga; E uma igreja onde eles usam a bíblia, mas não praticam os sacramentos, sem batismo e santa ceia; é uma igreja de Cristo? Não. Ou uma igreja onde eles não cantam os salmos; só os hinos? Ou uma igreja onde eles não cantam nada?

Ou uma igreja onde eles não falam em línguas, não tem curas, não tem milagres. Isso é uma verdadeira igreja de Cristo? Quais são os fundamentos da Igreja de Cristo. O que a igreja deve ter ou guardar para ser uma verdadeira igreja de Cristo. Vamos falar sobre isso, hoje. Nosso texto dá alguma orientação. Fala sobre os frutos do Espírito Santo. As coisas básicas que o Espírito deu à primeira congregação de Cristo depois Pentecostes.

Tema: A Cesta básica do Espírito Santo para a Congregação de Cristo

Perseverar:

  • 1. Na doutrina dos apóstolos
  • 2. Na comunhão
  • 3. No partir do pão
  • 4. Nas orações

1. Primeiramente fala sobre a doutrina dos apóstolos. Isso é uma coisa básica da congregação

Mas como é a doutrina dos apóstolos? Onde nós encontramos isso? Bom, isso é bem simples. Nós encontramos a doutrina dos apóstolos no Novo Testamento. Primeiramente os evangelhos: Mateus era um apóstolo, e João também; Marcos andava com um dos apóstolos, Pedro. E Lucas andava com o décimo-terceiro apóstolo: Paulo; Este Paulo escreveu muitas cartas, que encontramos na bíblia; e Pedro escreveu duas cartas; João três; e Tiago, o irmão do Senhor, escreveu uma carta; e temos o apocalipse do apóstolo João. Então podemos dizer que todo o Novo Testamento contém o doutrina dos apóstolos.

E qual é essa doutrina dos apóstolos exatamente? Sobre o que os apóstolos falaram. O que ensinaram? Posso dizer isso em algumas palavras: a nossa salvação em Cristo. Eles falaram sobre Jesus Cristo. Como ele nasceu, o que ele fez, porque ele morreu, como ele foi ressuscitado, e depois subiu ao céu. A doutrina dos apóstolos é mais ou menos cumprida no Credo Apostólico. Podemos dizer que o Credo Apostólico é conforme a doutrina dos apóstolos. É um resumo. Claro que os apóstolos ensinaram mais do que isso. Eles falaram sobre Cristo, mas também sobre coisas práticas: devemos viver como Jesus Cristo. Isso é também parte da doutrina dos apóstolos.

Perseverar na doutrina dos apóstolos: isso também quer dizer que temos de guardar essa doutrina e estudar a doutrina dos apóstolos. Como perseverar na doutrina, se nós não conhecemos essa doutrina? Por isso é bom que nós estudamos essa doutrina. Aqui na igreja, no Domingo, como agora, mas também durante a semana, nos estudos bíblicos; podemos estudar juntos, mas também pessoalmente, sozinho em casa. Pela leitura e estudos mostramos que queremos perseverar na doutrina dos apóstolos.

Por isso devemos conhecer bem as palavras dos apóstolos. Nós não podemos mexer isso com as nossas idéias ou as nossas fantasias. Não podemos pregar um outro evangelho diferente do que os apóstolos receberam e ensinaram. O apóstolo Paulo fala sobre isso em Gálatas 1,6-9. Ele diz: “Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho, que vá além daquele que recebestes, seja anátema.”

O que isso quer dizer? Seja anátema? Isso quer dizer que ele é maldito. Deus não ama a ele, pois ele está mudando o evangelho da salvação; isso é um trabalho de diabo; pois está tentando destruir o plano de Salvação de Deus; enganando as pessoas; envenenando espiritualmente a mente deles; Deus odeia isso e por isso se alguém vos prega um evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema! Devemos ficar com a doutrina saudável dos apóstolos. Quem perseverar nisso será salvo.

2. A Segunda coisa básica é A COMUNHÃO

Podemos também dizer AMOR. A comunhão só existe por causa do amor entre os membros. E amor entre os membros só existe por causa da comunhão com Cristo.

Então, primeiramente os apóstolos ensinam a sua doutrina sobre Cristo. Há pessoas que ouvem essa doutrina e começam a amar Cristo. Este é o início da comunhão. Isto é uma coisa que nós reconhecemos nos outros irmãos. O amor para com Cristo. Somos unidos por causa desse amor. E por isso vamos amar uns aos outros. Eu amo vocês por que vocês amam a Cristo. Assim ficamos uma grande família. Irmãos. Cristo é o primogênito do Pai e nós somos irmãos dele.

Essa comunhão é fundamental para a vida da Igreja. Podemos ler sobre isso também no nosso texto. Qual foi a conseqüência dessa comunhão! Como eles praticaram a comunhão. Olhe para vs. 44: “Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade. Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam o pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração”.

Que comunhão! As pessoas estavam cheias com o amor de Cristo. Cheias com o amor para com os irmãos. Estavam juntos e tinham tudo em comum. Ajudaram todos os irmãos. E foram muitos! No início mais do que 5000 pessoas se converteram!!! Então foram muitas pessoas. Foram tanto que eles deviam vender as suas propriedades e bens para ajudar.

Antigamente existiam pessoas que olharam para esse texto e disseram: os cristãos não podem Ter um poço! Tem que vender as propriedades e todos os seus bens e seguir a Cristo. Muitos monges foram assim. Mas isso é verdade? Devemos vender todas nossas propriedades e os nossos bens, irmãos? O que vocês acham?

Acho que não. A bíblia não fala negativamente sobre as propriedades. Deus deu uma propriedade a todos os judeus em Canaã. E eles têm que guardar a sua propriedade. Deus protege as nossas propriedades no oitavo mandamento. E até Jesus tinha uma propriedade em Cafarnaum (Mc 3,20). Nós encontramos donos de casas e de famílias na igreja. Eles têm que vender tudo para ficar na rua com toda família? Seria absurdo.

O que está escrito aqui em Atos 2 não é uma regra geral. As pessoas não venderam as propriedades e os bens, porque seria proibido ter propriedades e bens. Não, eles vendiam para ajudar os outros irmãos. Eram muitos irmãos que precisavam de ajuda e por isso era necessário vender propriedades e bens. Não foi obrigatório, não foi um mandamento, foi o desejo do coração que mandou vender. Para apoiar os irmãos, para sustentar a comunhão.

Os irmãos precisavam comer e beber. Chegavam de todo canto e foram recebidos nas casas dos irmãos. A hospitalidade era enorme. As pessoas podiam ficar, dormir, comer. Não só um, mas podia ser trinta, quarenta pessoas. Pode imaginar que isso custava muito dinheiro e para resolver isso, alguns membros vendiam propriedades e bens.

3. A terceira coisa básica: O PARTIR DO PÃO

Já falamos sobre a comunhão que estava lá. Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração. Lucas diz: que “partiam pão de casa em casa”. Comer juntos. Isso é uma prova de comunhão. Ninguém vai jantar com os seus inimigos. Sempre com amigos, ou a sua família. Pessoas que conhecemos e amamos. Em redor da mesa conversamos, experimentamos amizade, alegria. Não é assim? É assim!

E agora! Isso quer dizer que a igreja diariamente deve organizar um jantar? (…) Se for necessário, sim, mas não acho que Lucas quer dizer isso. Lucas dá uma impressão da vida da primeira congregação de Cristo. Ele fala sobre a comunhão, mas fala também especialmente sobre O PARTIR DO PÃO.

E o que ele quer dizer com isso. Pode ser que ele quer dizer que os membros sempre comiam juntos. Café de manhã, almoço ou jantar. Pode ser. Mas eu acho que Lucas está pensando sobre uma outra coisa; sobre uma outra mesa, que sempre encontramos na igreja de Cristo. Penso que Lucas está pensando na santa ceia onde partimos a pão em memória de Cristo.

Isso é realmente uma coisa básica na igreja de Cristo. Cristo mesmo disse: Faça isso em memória de mim. E os apóstolos fizeram isso. E a igreja também. Cristo é o centro da doutrina dos apóstolos, e também da comunhão e do partir do pão.

4. Finalmente AS ORAÇÕES

As orações são também fundamentais na igreja. Uma igreja que não ora mais, não tem fé, nem amor, nem esperança. Imagine que numa família as crianças não falam mais com o seu pai, ou com seus irmãos. Onde está a comunhão nesta família? Onde está o amor? Assim também em nossa vida com Deus. A oração é a nossa comunicação com Deus. Para glorificar a Deus; para louvar o seu nome; para elogiar a Deus. Para dizer palavras de amor. Quem não faz isso, ainda crê nele? Ou ainda tem confiança nele?

Imagine! Uma vida sem oração é uma vida sem Deus. Cristo não quer isso. Ele ensinou a oração aos seus apóstolos e eles ensinaram a igreja para continuar, perseverar na oração. Para manter o contato com Cristo que está no céu; para ter confiança nele. Na igreja todo mundo recebe um celular espiritual para falar com Deus. Para pedir ajuda. É realmente uma coisa básica na vida da igreja.

Então, irmãos, as escrituras nos mostram claramente o que é fundamental para a igreja de Cristo. Devemos seguir a doutrina dos apóstolos, devemos buscar a comunhão, devemos celebrar o partir do pão e continuar com as orações. Dessa maneira a congregação mostra a sua comunhão intima com Cristo Jesus que está no céu; dessa maneira mostra-se também o poder do Espírito de Cristo na igreja. Em todos estes elementos básicos encontramos o Cristo. A doutrina dos apóstolos é a doutrina que nos ensina Cristo; a comunhão é baseada na comunhão que Cristo nos ensinou; o partir do pão é o momento em que comemoramos a morte de Cristo, que nos trouxe a paz com Deus; e pelas nossas orações buscamos o Pai do nosso Senhor Jesus Cristo.

Uma igreja de Cristo não pode funcionar bem sem um desses elementos. Por isso devemos buscá-los e estimular uns aos outros para mantê-los. Pois só assim será glorificado e honrado o nome do nosso Senhor e Salvador Cristo Jesus!

Amém.

___________________________________________________________________________________________________

* Exceto onde o contrário esteja explícito, todos os conteúdos deste site estão licenciados sob uma Licença Creative Commons “Atribuição – Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada“.

** Este sermão foi originalmente escrito para uso do pastor e não passou por correção ortográfica ou gramatical.

Compartilhe!

Pr. Abram de Graaf

O pastor Abram de Graaf é “Doctorandus” (Drs) em Teologia e um dos professores do Instituto João Calvino (Aldeia, Camaragibe-PE). Ele é pastor da Igreja Reformada de Hamilton, Canadá, enviado como missionário às Igrejas Reformadas do Brasil, desde o ano 2000. É Diretor do Projeto Dordt-Brasil. Ele mora em Maceió e também desenvolve projetos nessa cidade.

2 Thoughts to “Atos 02:42-47”

  1. Saulo

    Gostei muito.. Obrigado..,

  2. Renilda

    Pregação maravilhosa, nós fazem lembrar verdadeiramente como devemos viver, no amor de Jesus❤️

Deixe um Comentário